Faça boas escolhas!

Falamos tanto em nossos dias sobre boas escolhas para nossa saúde, para nossa vida. Entendemos que tudo em equilíbrio seria o ideal e aos pouquinhos vamos tentando mudar nossa rotina para que tenhamos uma vida mais tranquila e saudável.


Com o chocolate não é diferente; é importante fazer boas escolhas aqui também. Pela quantidade de marcas oferecidas e ingredientes utilizados podemos comer chocolate tranquilos e sem culpa.


Quando pensamos em abrir a empresa, há 15 anos, sempre foi nossa preocupação que conseguíssemos oferecer ao mercado um produto mais saboroso e com menos possível de ingredientes, nosso chocolate de verdade. Sempre fomos consumidores de chocolate, mas notamos com o passar do tempo que a qualidade foi mudando também e começamos a estudar melhor todos as opções de ingredientes que temos disponíveis e desenvolver opções interessantes e deliciosas. Agora surgem as perguntas:


  • O que define um bom chocolate?

  • O que precisamos saber para fazer boas escolhas?

  • Qual sabor me agrada mais e como vou consumi-lo?


O que sempre gosto sempre de lembrar é: procure boas escolhas, mas nunca deixe de lado o que você gosta. Por exemplo: não precisa comer um chocolate super amargo se não gosta, você pode comer um mais doce mas que lhe de prazer neste momento da degustação, em uma quantidade menor quem sabe, mas que seja um momento gostoso.


Uma das maneiras de conhecermos um bom chocolate começa pela utilização dos nossos sentidos, isso que vamos conversar hoje, essa atividade não tem uma regra, não tem um guia único de paladar, mas faz pensarmos sobre o chocolate que vamos comer e nossas preferências.


Vamos lá:


  • Visão: primeiro contato com o chocolate, perceba a cor: castanho, preto, branco, intermediário, quanto mais escuro, mais rico em cacau. Observe também o brilho do chocolate, sinal de que a pasta de cacau foi bem temperada e moldada. E se estão com cor e brilho homogêneo, se estiver embaciado, algo no processo não foi cuidado.


  • Olfato: fragrância forte ou suave? Aqui você consegue sentir a quantidade de cacau e a qualidade da torrefação. Um chocolate com 70, 80% de cacau possui um aroma bem evidenciado.


  • Paladar: aqui precisamos nos concentrar no sabor: se é equilibrado, forte, ácido (que pega na garganta). Se a amargura é forte ou suave. O derretimento dele na boca precisa ser suave, contínuo, natural, sinal de um bom chocolate sem nenhuma gordura alternativa.


  • Tato: Se é macio, rugoso, liso? Começa a derreter assim que tocado? Nessas respostas você consegue perceber a quantidade de manteiga de cacau e a qualidade dos microgrãos que o compõe.


  • Audição: Aqui você precisa quebrar o chocolate e analisa seu “crac” (chamado de snap) se é seco e breve. Chocolate com maior quantidade de cacau ou chocolate cede progressivamente sem se fazer ouvir, pode ter algum tipo de gordura alternativa. Mas também temos que lembrar que neste caso a temperatura também conta. Se estiver um pouco amolecido ou em um ambiente mais quente não fará o “crac”.


Agora vamos lá!

Com essas dicas lhe convido para fazer um exercício prático e rápido: Pegue dois tabletes um mais escuro meio amargo ou amargo e um branco. Repare nas diferenças, ao olhar, ao tocar, cheirar, quebrar, degustar.Repita com outros chocolates! Gosto de pegar o mesmo sabor de marcas diferentes e fazer as comparações.


Aproveite!!!!!

Um abraço carinhoso e ótima semana!!!!!



14 visualizações

FERRONATTO CHOCOLATE FINOS

Rua Gov. Roberto Silveira, nº 1268 - Bairro Pio X, CEP: 95032-710 | Caxias do Sul - RS

Fone: (54) 3027-1949 / (54) 3028-6858 - Email: sac@ferronatto.ind.br

Atendimento:

Segunda/Sexta - 08:00 às 12:00 e 13:00 às 17:45

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube ícone social